Calatonia

Padrão

A técnica traz benefícios à medicina convencional e pode ser usada em casos de ataque cardíaco, estresse, artrite, artrose, e problemas emocionais, entre eles, pânico, depressão e crises de ansiedade.

 

pontos-da-calatonia-mHistória:

A técnica foi criada por Pethó Sándor, um médico húngaro que se mudou para o Brasil em 1949 e desenvolveu aqui seus trabalhos de pesquisa clínica iniciados na Europa.

Durante a segunda guerra mundial Sándor atendeu feridos e refugiados em deslocamento pela Europa e devido às precárias condições geradas pela guerra, deparou-se com situações onde os recursos médicos, além de escassos, eram de pouca ajuda no atendimento a seus pacientes.

O método foi idealizado baseado nas observações que fez dos casos de readaptação de feridos no período posterior à grande retirada da Rússia. Atendeu no hospital da Cruz Vermelha as mais diferentes queixas na fase pós-operatória, desde membros fantasma e crises nervosas, até depressões e reações compulsivas.

Desde 1950 a Calatonia vem sendo utilizada no Brasil por vários profissionais da área da saúde e educação como Psicólogos, Médicos, Terapeutas Ocupacionais, Fisioterapeutas, Massoterapeutas, Naturólogos, Fonoaudiólogos e Educadores, em consultórios, hospitais, pré-escolas, centros de saúde mental, etc.

O que é:

É baseada na sensibilidade tátil através da aplicação de estímulos suaves em áreas do corpo onde há grande concentração de receptores nervosos. Esses estímulos proporcionam experiências multissensoriais, ou seja: os estímulos utilizados atuam tanto a nível físico, regulando o tônus, quanto psíquico, proporcionando relaxamento profundo. Desta forma, a técnica atua no organismo como um todo proporcionando reestruturação.

O nome Calatonia vem de “kalós” em grego que significa bom e “tonia” que significa tensão ou tônus – ou seja – significa “recuperar o tônus ideal”. Na visão de Sandór, muitas doenças vinham de um excesso de tônus neurológico que se manifestava no corpo como tensão muscular e hipersensibilidade. No momento que essa tensão é aliviada, e a fisiologia normal restaurada, os problemas como dor, tensão, alterações do humor, etc. resolvem-se espontaneamente.

catalonia

Como funciona:

O procedimento básico da Calatonia consiste em uma série de 9 toques que o terapeuta realiza na área dos pés: em cada um dos artelhos, em dois pontos da sola dos pés, calcanhares, tornozelos  e um toque no final do gastrocnêmio (batata da perna). Pode ser acrescido do décimo toque, conhecido como Calatonia da cabeça, aplicado na nuca (região occipital). Estes toques são feitos em silêncio, de forma simples e suave, durante 2 a 3 minutos em cada um dos pontos. Após a manipulação dessas regiões, o terapeuta poderá também fazer toques sutis em outras partes do corpo, conforme a sintomatologia do paciente.

Sandór estudou também medicina chinesa e ayurvédica. Algumas pessoas acreditam que estes pontos utilizados na Calatonia, estão relacionados com os meridianos e chakras.

Quem pode usufruir da técnica:

Qualquer pessoa poderá se beneficiar da Calatonia. Porém tal trabalho deverá ser sempre realizado por um profissional habilitado, capaz de avaliar e elaborar com o paciente suas reações à técnica, bem como as possíveis contraindicações à aplicação do método.

Em São Paulo, Brasil profissionais de diferentes áreas utilizam a Calatonia como recurso auxiliar na Psicologia, Medicina, Educação, Reabilitação Física, Fonoaudiologia, etc.

Embora a utilização da Calatonia não vise resultados específicos (uma vez que a reorganização psicofísica é global, e cada organismo reage à sua própria maneira individual e única) a técnica atua sobre variada gama de queixas, diante das quais se tem observado muitos resultados positivos.

cala1Benefícios e Indicações:

    • Acelera o pós-operatório
    • Atua sobre a totalidade do organismo de modo reestruturador;
    • Proporciona relaxamento mental, articular e muscular;
    • Proporciona vivências multisensoriais;
    • Recondicionamento do ânimo.
    • Reduz as dores e o estresse da cirurgia
    • Alergias;
    • Ansiedade;
    • Artrite;
    • Artrose;
    • Asma,
    • Depressão;
    • Distúrbios de ordem psicossomática;
    • Distúrbios Glandulares;
    • Dores;
    • Enxaquecas,
    • Estresse;
    • Obesidade;
    • Pânico;
    • Tensão muscular;

Muitas pessoas têm resistência ao toque no corpo de uma maneira geral, mas isso normalmente não acontece com os pés. Nessa técnica, os pacientes ficam vestidos e se sentem mais a vontade.

Fonte:

http://www.calatonia.net/caltq.html

http://www.calatonia.net/calatonia.htm

http://saude.abril.com.br/edicoes/0349/bem_estar/calatonia-toques-sutis-aceleram-pos-operatorio-682389.shtml

Sobre Luciana Sant'Ana Prado

Fundadora e terapeuta do Instituto Alma Consciente. Graduada em instituições internacionais na Espanha, China e Brasil. Atuação na rede de saúde pública e privada através das medicinas Chinesa, Ayurvédica, Botânica e demais terapias naturais tradicionais, contemporâneas e modernas. Experiência em Acupuntura, Massoterapia, Iridologia, Reiki, Aromaterapia, Florais e diversas terapias naturais em crianças, adolescentes, adultos, idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais. Voluntária desde 2005 em projetos sociais e formada em diversos cursos livres na área da saúde e terapias energéticas.

»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s