Amor, Sexo, Espiritualidade e Existência

Padrão

* Autor Anônimo

O Amor é um sentimento puro que só trás o bem para as pessoas. Existem vários tipos de amor: de mãe, de filho, de irmão, de pai, de aluno, de amigo, de namorado, de mestre, mas todos estes descendem de um amor maior, o amor de Deus.

Quando se ama verdadeiramente alguém, desejamos que essa pessoa seja a mais feliz do mundo, independentemente se é ao nosso lado ou não, quando se ama alguém de verdade, um simples “oi” acompanhado de um sorriso é capaz de mudar todo o nosso dia, nos deixando felizes e irradiando felicidade.

O amor aceita as diferenças sem julgar o outro, pois sabe que ninguém é perfeito. Amar é aceitar as imperfeições do outro, sem achá-lo pior.

Quem ama preocupa, mas deixa o outro ter suas próprias experiências. As pessoas que amamos de verdade são aquelas que antes de dormirmos pensamos nelas e desejamos toda paz, todo conforto e toda felicidade desse mundo.

Amar não é só dizer Eu Te Amo, é poder olhar dentro dos olhos da pessoa e deixar que o seu coração fale por você. Quando se trata de amor, nada é pequeno, todos os detalhes são incríveis.

O Amor verdadeiro é inesquecível. É um sentimento que quanto mais você se entrega e se doa, mais amor você tem pra dar.

O sexo não é um exercício que se pratica com qualquer um, é a união de duas energias que se atraem, de duas pessoas que partilham de um mesmo sentimento chamado Amor e que o concretizam um pouco mais profundamente.

É se doar por completo naquele instante, se sentir à vontade com seu parceiro e com você mesmo, é se sentir lindo e especial junto ao outro, é estar descontraído, se sentir íntimo da pessoa.

O sexo é uma coisa linda, encantadora, é algo que se deve fazer com alguém que você deseja que esteja sempre ao seu lado, alguém que se quer dar o primeiro abraço do ano, alguém que te faz sentir um arrepio na coluna quando chega perto, alguém que faz seu coração disparar, as suas pernas ficarem bambas, alguém que quando te abraça, seus olhos se enchem de lágrimas pela emoção, pela energia trocada.

Quando o sexo é feito com alguém especial, é como se você pudesse flutuar, sentir-se leve, na mesma sintonia que o outro. Sexo é alcançar a alma da outra pessoa, com todo o cuidado e delicadeza, pois a alma é como um cristal, deve ser tratado com carinho, e cuidado para que possa sempre compartilhar seu brilho.

Espiritualidade é diferente de Religião, a espiritualidade não tem dogmas, leis severas, nem Deuses punidores e maus, é algo que se sente na alma, é um quentinho que se tem dentro do coração, é algo que te faz querer continuar e ser cada vez melhor.

Espiritualidade é ter fé no Ser que existe dentro de você e deixá-lo sair, deixá-lo falar por você, é ter paz consigo mesmo, amar as outras pessoas sem julgá-las, é ver que tudo tem um sentido para existir, tudo tem o seu motivo, por mais inúteis que possam parecer, tudo tem o seu valor.

É perceber que somos todos irmãos e que independentemente das escolhas que façamos, dos gostos que tenhamos, somos todos parte de um só, todos somos uma micro partícula desse universo incrível, maravilhoso e perfeito que nos cerca, e por isso, devemos amar o outro e respeitá-lo como  a nós mesmos, como se estivéssemos cuidando e amando a nós mesmos.

Todos somos uma essência, uma parte do Todo, e passamos por diversas vidas, em diversas formas, mas com a mesma essência. Passamos por todas essas vidas para que possamos evoluir, aprender, transcender nossos limites e dificuldades.

Existir não é só nascer, crescer, se alimentar, dormir, casar, ter filhos, esperar a velhice e morrer.

Existir é sentir que algo dentro de você é vivo, é ouvir o que a sua alma tem a lhe dizer, é escutar teu coração e seguí-lo, deixar a mente de lado, pois essa é traiçoeira, devemos usá-la a nosso favor.

Existir não é ficar pensando em soluções, é deixar que elas apareçam, vindas do seu Eu interior, é deixar de lado o orgulho, o ódio, o rancor e a inveja, é ser puro, assim como nossa essência.

Existir é deixar de lado a análise e ouvir a intuição.

Existir é permitir que sua alma fale por você, é permitir que ela faça em teu corpo de carne o que ela veio para fazer neste mundo, nesta vida.

Sobre Luciana Sant'Ana Prado

Fundadora e terapeuta do Instituto Alma Consciente. Graduada em instituições internacionais na Espanha, China e Brasil. Atuação na rede de saúde pública e privada através das medicinas Chinesa, Ayurvédica, Botânica e demais terapias naturais tradicionais, contemporâneas e modernas. Experiência em Acupuntura, Massoterapia, Iridologia, Reiki, Aromaterapia, Florais e diversas terapias naturais em crianças, adolescentes, adultos, idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais. Voluntária desde 2005 em projetos sociais e formada em diversos cursos livres na área da saúde e terapias energéticas.

»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s