Beech

Padrão

“Devemos ser mais tolerantes, indulgentes e compreensivos quanto as diferentes formas pelas quais cada indivíduo e cada coisa trabalha pela sua perfeição final”. Dr. Bach

 

Quando a vontade de poder nos coloca na posição de julgadores, superiores em perfeição; a crítica passa a ser o canal de comunicação e de troca interpessoal. O olhar para fora nos distancia da nossa própria realidade íntima, bem como de nossos erros ou imperfeições. Perdemos a humanidade e a ligação com a Unidade. Ao tolerar somos capazes de conviver com o diferente.

 

Nome popular: Faia e Faia Europeia

Nome Científico: Fagus sylvatica

Coloração da Folhagem: Adquire tons variados de verde-escuro na Primavera e no Verão e cor amarela e castanha no Outono.

Coloração da Flor: Verde amarelado

Floração: Abril a Maio

Grupo: Dezenove complementares

Grupo Emocional: Excesso de Preocupação com o Bem Estar dos Outros

Preparação da essência: método de fervura

Virtude: Respeito ao próximo, Tolerância e Perceber o lado positivo das coisas

Personalidade Beech: Crítica

Florais de Minas:  Mirabilis

As pessoas Beech, possuem um sentido aguçado do bem e do mal, assim como de grandes valores éticos e morais. Gostam da precisão e da ordem, não só nas suas vidas, mas também na daqueles que os rodeiam.

Estão tão convencidas da sua retidão que, em vez de respeitar o direito dos demais a expressarem as suas opiniões, reagem com absoluta intolerância face a elas. E escolhem a via da crítica, porque não estão preparadas para esperar o tempo necessário para valorizar opiniões alheias.

São pessoas estritas que muito cedo, se queixam de ninharias. Para elas não é lógico que alguém tenha uma opinião contrária e quando isso ocorre, podem chegar a ser muito destrutivas. Como consequência, perante os outros podem ficar arrogantes, intransigentes e carentes de humildade e humanidade. É possível que por este motivo, sejam indivíduos solitários, já que ninguém quer estar muito tempo perto deles.

O estado Beech, é indicativo de um defeito profundamente arraigado na personalidade: estas pessoas evitam afrontar os seus próprios problemas porque negam-se a enfrentar as suas imperfeições. Os seus erros, são um insulto à sua arrogância, orgulho e sentimento interno de superioridade. Sobrevalorizam melhor a evidência de que não aprenderam o suficiente com os seus erros se puderem encontrar esses mesmos erros nos outros.

Todos estes sintomas indicam que o indivíduo já está na fase descompensatória e que o problema deve ser tratado imediatamente, ainda que o paciente pense que não necessita dele. No físico, este estado cronificado manifesta-se em alergias a tudo o que o rodeia: pólen, poeiras, dermatoses, etc.

O Beech pode ser utilizado em cremes que tratem processos dermatológicos irritativos, sejam de tipo alérgico ou não.

Dificuldade para arriscar, viver novas experiências e ousar, são algumas consequências do estado negativo de Beech. A lógica é simples: se julgo tanto as outras pessoas não posso dar um passo além do que acho correto, não posso dar margem ao fracasso na minha vida para não ser criticado também. Muitas vezes sofrem de problemas digestivos, pois não olham para si mesmas e não conseguem digerir as próprias experiências.

bruxismoNa saúde o reflexo da rigidez aparece em problemas ósseos (deformações na coluna, traumas em membros inferiores, osteoporose), tensões musculares, artrite, artroses, cálculos (rins e vesícula), problemas digestivos, ginecológicos e sanguíneos.

Como está bloqueada não se deixa tocar pelos sentimentos alheios. A pessoa costuma ser conhecida como “o capataz”. Mostra-se demasiadamente crítica, arrogante, intolerante e racista.

Não consegue aceitar qualquer tipo de incompetência. Tudo a aborrece. É dura e julga sem condescendência. Por vezes, assume uma postura de tolerância, bondade e compreensão exageradas numa tentativa de ocultar a sua acidez de caráter ou como tentativa de superá-la, no entanto, transmite uma sensação de artificialidade e tensão.

É impaciente quando a situação não está de acordo com as suas expectativas (baixa capacidade de resistência à frustração). A tolerância a estímulos sensoriais (luzes, som, contato físico, dor, etc.) é muito limitada.

Não busca as qualidades positivas das pessoas ou situações, mas sim os defeitos. Carece de humildade e sente-se superior. É rígida, tensa e não procura entender nem colocar-se no lugar do outro. Muitas vezes demonstra um prazer sádico em julgar e condenar. Aqueles que são mais frágeis (por ex. Centaury e Larch), sofrem com esse tipo de pessoa, pois são criticados e “crucificados” constantemente.

Beech favorece a tolerância em relação aos demais, de modo que vivam e deixem viver; consigam ver as qualidades positivas em outras pessoas, inclusive naquelas que decidirem seguir outro caminho na vida; comecem a perceber que a diversidade é um bem a ser apreciado e que, por outro lado, só se pode crescer como pessoa demonstrando ter vontade para aprender com os outros e ajudando-os.

Esta essência pode ajudar nos desequilíbrios da vida afetiva e na dificuldade de comunicação emocional dos casais, desenvolvendo a tolerância e a aceitação das diferenças e imperfeições dos outros, abrindo possibilidades para o relacionamento.

“A compreensão de onde estamos errando (o que frequentemente escapa a nossa percepção) e o esforço sincero para corrigir a falha levam a uma vida de alegria, paz e saúde.”

O Floral Beech (Fagus sylvatica) está indicado para aqueles que precisam ver mais o bem e a beleza ao seu redor. Aos que necessitam ser mais tolerantes e indulgentes, compreendendo e respeitando os diferentes caminhos que as pessoas e as coisas seguem para alcançar sua própria integralidade.

Somatização:

Irritabilidade

  • Alergias;
  • Anemia;
  • Dor Ciática;
  • Compreensão exagerada e artificial;
  • Crítica e autocrítica;
  • Distúrbios cutâneos e intestinais;
  • Hipertensão;
  • Insônia (por ficarem pensando nas coisas que fizeram);
  •  Intolerância aos ruídos e luz forte;
  •  Intolerância interiorizada e dissimulada;
  •  Irritabilidade;
  • Mau humor;
  • Pedantismo;
  • Ranger de dentes (bruxismo);
  •  Solidão (afasta-se porque “não tolera”);
  • Afecções na Coluna vertebral;
  • Afecções  no Sistema digestivo;
  • Afecções na Pele;
  • Afecções na Parte superior do sistema respiratório;
  • Garganta;
  • Ombros;
  • Boca;
  • Ouvidos.

 

 

 

Indicação de Beech:

Para os que querem ver o bem e a beleza em tudo que os cerca. E para que tenham a habilidade de vislumbrar este bem crescendo dentro de si, mesmo que as coisas pareçam erradas. Para que desenvolvam a capacidade de serem mais tolerantes, indulgentes e compreensivos com as diferenças de cada indivíduo e de todas as coisas, pois tudo caminha para a perfeição final.

Indicado para as pessoas que sofrem por serem críticos, intolerantes, exigentes, arrogantes. A visão é estreita e não conseguem compreender o diferente, julgam tudo e todos. Todos nós temos nossos momentos Beech! 

  • Pessoas discriminadas e que acumulam muita frustração e ódio.
  • Quem nunca está satisfeito com o aproveitamento escolar dos filhos.
  • Quando se pertence a grupos minoritários ou etnias segregadas.
  • Pessoas que acreditam serem as donas da verdade.
  • Patrões e Chefes.
  • Pessoas pedantes e rigorosas que exigem ordem incondicional.
  • Quando detestamos as manias, os vícios e os hábitos dos outros.
  • Quando há amabilidade forçada, sorriso artificial e falsa gentileza.
  • Atitude rígida, crítica, intolerante.
  • Não tolera que os outros não saibam fazer algo.
  • Pessoas orgulhosas.
  • Falta de equilíbrio por não ter discernimento.
  • Pelo desequilíbrio da sua energia criativa, pode ter fortes dores na região sacral por rigidez ciática / artrose, pela sua rigidez de conduta.
  • Pode ter hemorróidas.
  • Pode ocorrer manifestações na área do plexo solar.
  • Distúrbios digestivos.
  • Problemas na vesícula biliar, fígado, prisão de ventre..

Crianças Beech: gripes e amigdalite com muita dor.

 

Frases típicas de Beech:

  • Não consigo suportar pessoas que falam sem pensar.
  • Querer é poder.
  • Tenho imensa facilidade em detectar as fraquezas dos outros.
  • Todos deviam pensar como eu, pois sei que tenho razão.
  • Todos me dizem que passo a vida a criticar.
  • Que há de errado com vocês?
  •  Se posso fazer isso, não entendo por que os outros não possam.
  •  Dizem que só vejo o lado mau das coisas, as fraquezas dos outros, no entanto eu sei que tenho razão.

 

Sentimentos positivos que vêm à tona com o uso da essência:

  • Ajuda a resgatar a capacidade de tolerância e de compreensão das dificuldades alheias.
  • Aumenta a segurança e serenidade.
  • Auxilia a perceber o lado bom das situações e das pessoas.
  • Capacidade de reconhecer a unidade mesmo nas situações adversas.
  • Hábitos, manias e outras particularidades do caráter das pessoas deixam de irritar.
  • Percepção de que algumas pessoas têm que seguir pelo caminho que mais rejeitamos.
  • Capacidade de apreciar as coisas belas e singelas da vida.
  • Proporciona tolerância, aceitação e indulgência.
  • Restaurar a humildade e assim, a capacidade de aprender a superar os próprios defeitos.
  • Desenvolver o poder de ser ao invés do poder de ter.

Todo trabalho realizado com os indivíduos Beech é dirigido para que eles alcancem o esforço sincero e necessário e a autocorreção. Assim podem chegar a ser orientadores e mestres positivos, dotados de determinação, tolerância e compreensão.

Essas pessoas quando estão em seu aspecto negativo, costumam olhar os outros com arrogância, e assim, deixam de perceber e corrigir os seus próprios erros. Tem tendência a projetar demais e muita dificuldade em assimilar suas experiências porque, quase sempre, consideram-se perfeitos.

Caminho do meio do Beech

 

O floral Beech ajuda os que são desta natureza a se colocarem por um momento no lugar do outro, traz tolerância, aceitação das diferenças e desejo de ajudar. A perspicácia e o dom da palavra são desenvolvidos.

As qualidades que o floral desperta são: sabedoria, compreensão e tolerância.

Exemplos de pessoas “Beech” em vibração positiva são pais, chefes e professores com capacidade de educar e orientar com o dom da palavra que toca, atingindo o outro com sensibilidade e compreensão.

Frase de Reprogramação

SOU CAPAZ DE ACEITAR E RESPEITAR AS OUTRAS PESSOAS COMO ELAS SÃO.

 

A planta

 

 

Atinge 30 a 40 m de altura. A Faia é uma caducifólia oriunda da Europa Central e do Sul. É uma árvore alta, frondosa com o tronco liso e cinzento. Tem uma folhagem verde-escuro brilhante, tornando-se amarela no Outono. Tem grupos de flores de cor amarela e grupos de cor verde, substituídas por nozes comestíveis, atrativas para a fauna selvagem. Perdem a sua vitalidade em períodos de grande seca. A sua folhagem densa e fresca é bastante apreciada em parques e jardins.

A Faia floresce entre meados e finais da Primavera. As flores, tanto masculinas como femininas, nascem da mesma árvore. O comportamento da Faia é bastante intolerante face aos outros tipos de vida vegetal. O crescimento horizontal dos seus ramos e a disposição das suas folhas, faz com que a luz do sol e a água da chuva se filtre muito pobremente, dando lugar a bosques sombrios onde são poucas as flores que ali podem viver.

Geral
Beeches crescem em vários solos, especialmente em paisagens de solo calcário, preferindo aqueles em condições bem drenados.

Grã-Bretanha
Florestas antigas de Beech são geralmente encontradas no sul da Inglaterra.

O único critério aceito para julgar os valores humanos, é o grau em que num indivíduo tenha desenvolvido o sentimento social. Por isso precisamos refletir sobre a crença limitante de que somos mais, de que estamos acima dos outros, somos donos das verdades e da perfeição. Julgamos ser o que não somos e a consequência é que o outro não é desejado enquanto outro. O arrogante considera como ser o que não tem ser, pois vive na ilusão em relação a si mesmo. O oposto é aceitarmos o ser sabendo que o que somos agora não está acabado; ainda temos de nos tornar o que somos. Ser flexível não quer dizer perder a personalidade, mas ser mais acessível à compreensão das coisas e pessoas, principalmente a si mesmo. É saber ouvir mais atentamente antes de interromper como se fosse dono da verdade ou como se houvesse apenas um caminho a seguir.

 

Fonte:

http://palavrasdecondao.forum-livre.com/t245-floral-de-bach-beech

http://blog.flordementaflorais.com.br/?p=164

http://floraisdebachpt.wordpress.com/clases-de-espanol/grupo-7-florais-para-quem-preocupa-se-em-excesso-com-o-bem-estar-dos-outros/beech/

http://www.vidafloral.com.br/blog/2010/florais-de-bach-beech/

Sobre Luciana Sant'Ana Prado

Fundadora e terapeuta do Instituto Alma Consciente. Graduada em instituições internacionais na Espanha, China e Brasil. Atuação na rede de saúde pública e privada através das medicinas Chinesa, Ayurvédica, Botânica e demais terapias naturais tradicionais, contemporâneas e modernas. Experiência em Acupuntura, Massoterapia, Iridologia, Reiki, Aromaterapia, Florais e diversas terapias naturais em crianças, adolescentes, adultos, idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais. Voluntária desde 2005 em projetos sociais e formada em diversos cursos livres na área da saúde e terapias energéticas.

»

  1. Pingback: Os Remédios | Blog do Instituto Alma Consciente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s