Centaury

Padrão

A pessoa se dedica de corpo e alma aos outros e esquece de si mesma. Faz tudo que é solicitado, pedido, mandado, exigido; sem ao menos perceber que não tem uma individualidade.

 

Nome popular: centáurea menor.

Nome científico: Centaurium umbellatum

Coloração: rosa.

Floração: junho, julho, agosto e setembro.

Grupo: Doze Curadores

Grupo Emocional: Sensibilidade Excessiva a Influências e Opiniões

Virtude: Força, Forte individualidade e Sustentação de suas opiniões. Alguém que sabe quando participar ou manter-se à parte.

Personalidade Centaury: Servo

Preparação da essência: Método Solar

Floral de Minas: Ruta (Ruta graveolens / Arruda)

 

Quando o serviço se confunde com servilismo

Esta é uma pessoa bondosa, meiga e que não mede esforços para satisfazer as vontade ou desejos dos outros. Sempre deseja ajudar a todos que estão no seu campo de ação, mas acaba esquecendo de si mesma e se anulando. Quando percebe o que está fazendo, já está com sua saúde minada, por assumir a responsabilidade dos outros para si e com isto carrega um fardo muito grande, consumindo toda sua energia vital.

No estado Centaury negativo as pessoas submetem-se aos demais pela sua grande necessidade de serem queridas. Por isso debilitam a sua vontade até o extremo de não saberem negar perante uma petição, ou colocar limites nos outros, ainda que para isso tenham de deixar as suas próprias obrigações e necessidades de lado. A sua bondade natural é facilmente explorada.

Negligenciam suas necessidades em favor das necessidades dos outros, pois são demasiadamente ansiosas em servir aos demais e supervalorizam a própria força na vontade de sempre agradar. São influenciáveis.

Acabam convertendo-se mais em escravos do que em voluntários no auxílio aos outros, e desta maneira sempre atraem para si personalidades fortes que geralmente as transformam em capachos e exploram a sua bondade.

A pessoa nesse estado sofre por não conseguir ser ela mesma ou dizer não, abrindo mão de suas próprias vontades.

São pessoas que evitam disputas e que se moldam ao que supõe ser o que esperam delas. No seu desejo de serem aceitas, costumam mimetizar-se com o meio envolvente, adotando os gestos próprios dos demais.

Também é frequente que se antecipem aos desejos dos outros. Pelo seu afã de serviço, frequentemente lhes exigem demasiado às suas próprias forças, e com isso, costumam estar sempre fatigados e extenuados tanto a nível físico como psíquico.

Estes indivíduos abandonam seu próprio caminho na vida, e com isto perdem grande parte da alegria e da experiência que poderiam adquirir. Como acumulam muitas responsabilidades é comum reclamarem de cansaço. Normalmente possuem baixa vitalidade.

Os desejos alheios tornam-se os seus desejos, a vida dos outros a sua vida. Uma pessoa pode dizer: “depois que meu pai morreu, minha mãe me deu a incumbência de cuidar dela. E ainda hoje, tudo que eu faço na vida é cuidar dela.”

Elas buscam agradar ao próximo e receber em troca reconhecimento e aprovação. Possuem egos frágeis e dependentes do afeto alheio. Nestas pessoas encontramos o desejo de ajudar e servir sendo utilizados de forma errada.

“Sim é verdade, não posso negar-me a uma petição”

O principal problema de um Centaury em estado negativo é que não sabe dizer não e como consequência, costuma sentir-se inseguro, lastimado e desconcertado. Tem pouco interesse na sua própria vida, pouco amor-próprio.

individualidadeTampouco costumam emitir opiniões, uma vez que consideram que as que valem são as dos outros.

Em certas ocasiões, é muito útil prestar atenção ao que verbalizam estas pessoas, pois isso pode nos ajudar na hora de estabelecer qual é a flor a tomar. No caso Centaury, podem repetir frases como:”seus desejos são ordens para mim”; “Convencem-me com facilidade ainda que não queira verdadeiramente”; “volto tarde do escritório porque tenho que terminar o trabalho que os meus colegas me pediram para fazer”.

O remédio Centaury

Esta flor permite desenvolver uma boa integração social, mas conservando sempre a própria identidade. Ajuda a saber quando dizer sim, mas também a dizer não no momento oportuno.

As pessoas no estado Centaury positivo, servem discreta e sabiamente aos demais de acordo com a sua própria natureza interna de bondade e espírito de serviço, mas sabem manter sempre um adequado equilíbrio entra a generosidade e o cumprimento dos seus próprios objetivos de vida.

A essência Centaury ajuda-os a sair da dependência e reassumirem o controle de suas vidas. Elas devem aprender quando dizer sim e quando dizer não e ter força interior para decidir o que é o melhor para a realização de sua missão de vida.

Indicação:

Para dar força. Para a fraqueza após a doença: palidez, debilidade, cansaço, falta de energia, hesitação, exaustão. Vitalidade esgotada. Para aqueles que desejam a paz a qualquer preço.

Pessoas que, mesmo doentes, insistem em ajudar os outros e esse esforço acaba por esgotá-las. A mente está alerta, mas o corpo está fraco demais para fazer muito esforço.

 

Padrões negativos dissolvidos por Centaury:

• Vontade fraca, submissão e deixar-se impor pelos outros;

• Servidão que leva à fadiga;

• Ser incapaz de manter sua opinião diante das pessoas, timidez;

• Estar ansioso por ajudar os outros, mas negligenciar a si mesmo no processo;

• Buscar o fortalecimento de sua personalidade através dos outros em vez de buscá-lo dentro de si mesmo;

• Dificuldade em dizer não;

• Deixar de lado sua própria missão de vida;

• Não ter vitalidade porque presta favores em demasia; cansaço.

 

Qualidades positivas acentuadas por Centaury:

• Força de vontade;

• Estar no comando de sua própria vida;

• Ser capaz de manter-se por si próprio;

• Saber dizer “não” quando necessário;

• Viver sua vida para si mesmo e nela florescer;

• Satisfazer suas próprias necessidades;

• Ajudar os outros porque realmente quer fazê-lo e isso lhe dar prazer;

• Ter força interior própria, sem depender de ninguém mais.

 

A Terapeuta Mechthild Scheffer escreve:

 

Qual a decisão que me faz entrar em contato com a minha orientação interior?

Antes de ceder à vontade dos outros, eu me pergunto: “Até que ponto isto serve para o meu próprio desenvolvimento e ao desenvolvimento do outro, e até que ponto é benéfico ou prejudicial ao Todo maior?” É então que decido e ajo.


Conseguir perceber melhor as próprias necessidades e fazer, cada vez mais, aquilo que realmente quer são sinais do crescimento potencial positivo Centaury.

Centaury vai trazer a energia da força necessária para que a pessoa consiga se defender e enfrentar a dominação do outro, criando uma individualidade para prevalecer sua vontade, aprendendo a dizer não de uma maneira suave.

Vai trabalhar e servir de um modo equilibrado, seguindo seu caminho e sua missão com determinação e energia, defendendo suas ideias e opiniões.

Traz a energia da autodeterminação e autorrealização da alma; acuidade mental, tornando a pessoa capaz de diferenciar padrões de comportamento humano e desenvolvimento individual.

O floral auxilia na tolerância com os pés no chão, pois reconhece a sua individualidade na adversidade. Vai praticar o servir consciente dentro do seu limite, sabendo dizer não quando  for necessário.

Frase comum da pessoa: “Pode deixar que eu faço tudo para você.”
Afirmativa contrária: “Se eu puder, se eu tiver tempo, eu te ajudo.”

A Planta

Centaurium Erythraea

A planta da Centaury apresenta um talo reto que alcança entre 5 e 35 cm de altura. Cresce em campos secos, na beira dos caminhos ou em lugares áridos. As pequenas flores rosadas estão enxertadas na ponta das ramas. Florescem entre Junho e Setembro e só abrem quando reina o bom tempo.

Habitat Geral

Prefere solo seco, por vezes, a areia (existem várias variedades costeiras como C.littorale e C.scilloides); cresce normalmente em solos calcários, mas não em solos ácidos. Não tolera sombra. Em grama alta, ela crescerá mais, da mesma maneira que em gramas baixas, crescerá menos.

Grã-Bretanha

Cresce em pradarias abertas por toda a Grã Bretanha, com exceção da Escócia.

Mensagem

Ser assertivo na busca do próprio caminho é um desafio evidente da vida moderna. Saber dizer ‘não’ com o coração é confiar plenamente na Voz Interior; saber dizer ‘não’ com a razão pura é confiar plenamente em seu poder de decisão. A busca por vibrar neste padrão, comprovadamente traz incontáveis benefícios para o bom desenvolvimento do individuo, em todos os níveis de sua existência.

Todos nós temos nossos próprios caminhos – pessoal e espiritual – a serem percorridos através da jornada da vida, assim como uma forma única e muito pessoal de nos encantarmos com o conjunto de experiências colocado em nossas mãos, que infunde significados e realizações no caminho a ser trilhado.

Cada ser pode perceber quando está no caminho correto, mesmo quando não pode articular exatamente o que é. Quando se está seguindo o caminho correto, pode-se sentir a sensação de congruência e harmonia em suas atividades: também, pode-se observar que está sendo investido mais tempo em atividades que proporcionam energia.

Um teste muito simples que pode ser feito, e que irá indicar se está no caminho certo, é perguntar-se – quanto tempo de seu dia utiliza fazendo coisas que realmente aprecia e que resultam em sentir-se movido por uma satisfação prazerosa; ou quanto tempo usa, produzindo coisas que o fazem se sentir negativo, ou fazendo coisas para satisfazer as necessidades dos outros?

Quando se está realizando o que quer fazer, sintonizado com seu ser interior, o indivíduo certamente não estará “atuando” porque os outros querem, por culpa ou por obrigação – está agindo dessa forma porque isto é uma expressão natural dele mesmo, de quem é, com autenticidade, em um nível fundamental. É isto que confere à jornada de sua vida o verdadeiro sentido.

Sentir-se seguro e firme em seu caminho, não importando as adversidades, isto significa que certamente irá inspirar automaticamente aqueles que estão ao seu redor.

Todos nós conhecemos pessoas que consideramos sábias e de bom coração; pessoas que estão sempre procurando ouvir mais os outros, aquelas que estão sempre abertas e receptivas para oferecer sua colaboração e solidariedade, com disposição e entrega.

Estes são seres humanos conscientes, que estão ativamente engajados e envolvidos com a vida, em uma abordagem otimista, para todas as situações que encontram diante de si.

Mostram que trabalham arduamente para seguir seus próprios mapas da vida. Ao nos aproximarmos de pessoas que vibram nesta sintonia de harmonia e equilíbrio e seguindo seu próprio caminho, podemos sentir sua lucidez inteligente e seu vívido espírito – são pessoas assertivas, virtude do Centaury, e estão sempre seguindo os comandos do seu Ser Interior; são pessoas que podem ser chamadas de bons exemplos, para todos os outros ao seu redor.

O aspecto positivo do Centaury é ilustrado por pessoas dispostas a servir de boa vontade e discretamente, mas sem negar as suas próprias necessidades. Têm noção do que desejam e seguem o seu próprio caminho, com determinação e energia, sem que a opinião dos outros as impeça ou as desoriente.

Fonte:

Uma resposta »

  1. Pingback: Os Remédios | Blog do Instituto Alma Consciente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s